“Estou mais preocupado com títulos agora do que com ações”, disse-me um amigo recentemente. Ele estava planejando se aposentar em alguns anos, então esse era um momento importante para ele gerenciar riscos em sua carteira, mas ele não tinha exposição a títulos.

Ele evitou os títulos porque as taxas de juros eram muito baixas e calculou que, à medida que as taxas aumentassem, os títulos perderiam dinheiro. As ações ofereciam a ele pelo menos a possibilidade de ganhos, mas as ações também colocavam seus planos de aposentadoria em risco. Se houvesse uma grande desaceleração no mercado de ações agora, ele poderia ser forçado a trabalhar por mais tempo.

A ideia de que você não deve possuir títulos se as taxas de juros subirem é uma crença comum de renda fixa que pode realmente impedir você. Você está fazendo suposições sobre títulos que estão atrapalhando o sucesso do seu investimento? Aqui estão alguns mitos comuns sobre títulos de renda fixa e os fatos que todos os investidores devem conhecer.

Mito 1: Investimento em renda fixa não vale a pena se as taxas de juros subirem

Quando as taxas de juros aumentam, os preços dos títulos caem, mas alguns geralmente se sustentam melhor que outros. Os títulos de renda fixa de alto rendimento, por exemplo, podem se sair bem se as taxas aumentarem gradualmente porque seus rendimentos mais altos podem ajudar a compensar a queda dos preços de certos rendimentos de renda fixa.

Mudanças na taxa de juros também são difíceis de prever. Mesmo quando há uma tendência de queda na Selic, o Copom pode mudar de ideia de acordo com os cenários nacionais e internacionais.

O pior cenário para as taxas de juros também pode não ser tão ruim quanto você pensa. Ao invés de caírem os rendimentos em renda fixa, você pode acabar com investimentos que crescem ao longo do tempo. Então se num primeiro ano você pode perder dinheiro com um investimento de renda fixa, ao longo do tempo esse investimento pode dar um retorno muito maior.

Cuidados com investimentos de renda fixa

Entenda os mitos da renda fixa para evitar problemas nas suas finanças e no seu investimento. (Foto: FMDQ Academy)

Mito 2: Não dá pra ganhar dinheiro com renda fixa

Recentemente, ouvi de um investidor que disse que nunca ganhou dinheiro com renda fixa. Embora seja perfeitamente possível perder dinheiro em fundos de renda fixa (tudo depende de que tipo de renda fixa você possui e por quanto tempo os deteve), seria altamente incomum manter um investimento de renda fixa por vários anos e não ganhar dinheiro. A renda fixa raramente não dá rendimento acima da inflação, salvo se você só investe em poupança.

A renda fixa também pode agregar valor de maneiras que você pode ter esquecido. Mesmo se os preços da renda fixa cair, por exemplo, os dividendos podem melhorar os resultados. Lembre-se de que seus ganhos de investimento são retornos totais, que incluem a mudança de preço, bem como qualquer distribuição de ganhos de capital ou dividendos, e os dividendos de renda fixa podem compensar preços mais baixos.

E lembre-se de que, mesmo que suas posições de renda fixa sejam estáveis, se esses investimentos ajudassem a amortecer sua carteira de investimentos contra a desaceleração do mercado de ações e mantivessem você investido em ações a longo prazo, possuir títulos provavelmente o ajudaria a ganhar dinheiro – mas não da maneira como pode ter esperado.

Mito 3: A renda fixa é apenas para aposentados ou pessoas que precisam de renda

Algumas pessoas assumem que não precisam possuir investimentos de renda fixa porque ainda não estão aposentados e, portanto, não precisam de um fluxo de renda para sobreviver. Mas o principal benefício de possuir fundos de renda fixa em suas carteiras é o efeito estabilizador que eles fornecem.

Acredito que existem maneiras melhores de produzir dinheiro com renda estável do que receber distribuições mensais ou trimestrais em dinheiro. Mas incluir um lastro contra a volatilidade do mercado de ações é inteligente para a maioria dos investidores, e a renda fixa é provavelmente a melhor classe de ativos para isso.

Como adicionar a exposição a renda fixa na sua carteira de investimentos?

Agora que você sabe por que provavelmente precisa de renda fixa em sua carteira, quais investimentos você deve possuir?

Um fundo de títulos em carteiras de renda fixa pode ser um ETF de índices. É um fundo de títulos de médio prazo que se concentra em títulos corporativos, geralmente, e que se saíram melhor este ano do que títulos do governo. Os títulos corporativos também são tipicamente menos sensíveis à mudança nas taxas de juros do que os governos.

Se você ainda não estiver pronto para possuir um fundo de títulos, poderá obter uma exposição de títulos por meio de um fundo equilibrado e diversificado em títulos. Busque por um fundo que possui cerca de 60% em renda fixa e o restante em ações.

Como vocês investem em renda fixa? Quais estratégias funcionam para vocês?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)