Os principais indicadores de desempenho (KPIs ou Key performance indicators) referem-se a um conjunto de medidas quantificáveis ​​usadas para avaliar o desempenho geral de longo prazo de uma empresa. Os KPIs ajudam especificamente a determinar as realizações estratégicas, financeiras e operacionais de uma empresa, especialmente em comparação com as de outras empresas do mesmo setor.

O que são os indicadores KPI?

Os principais indicadores de desempenho (KPIs) medem o sucesso de uma empresa em comparação com um conjunto de metas, objetivos ou pares do setor. Os KPIs podem ser financeiros, incluindo lucro líquido (ou resultado financeiro, margem bruta de lucro), receita menos certas despesas ou o índice atual (liquidez e disponibilidade de caixa). Eles também podem ser mais interessantes, medindo o tráfego de pedestres em uma loja, a retenção de funcionários, clientes recorrentes e a qualidade da experiência do cliente, entre outros.

Quais são os principais indicadores de desempenho (KPIs)?

Também chamados de indicadores chave de sucesso (KSIs ou Key Success Indicators), os KPIs variam entre empresas e entre setores, dependendo dos critérios de desempenho. Por exemplo, uma empresa de software que se esforça para alcançar o crescimento mais rápido do setor pode considerar o crescimento da receita ano a ano (YOY), como seu principal indicador de desempenho. Por outro lado, uma cadeia de varejo pode valorizar mais as vendas nas mesmas lojas, como a melhor métrica de KPI para medir seu crescimento.

Os principais indicadores de desempenho (KPI) medem a produção de uma empresa em relação a um conjunto de metas, objetivos ou pares do setor.

Usos para o KPI

KPI é uma série de indicadores de performance que pode ajudar a analisar o desempenho de um negócio. (Foto: FreshBooks)

Tipos de indicadores chave de desempenho (KPIs)

Os principais indicadores de desempenho vinculados às finanças geralmente se concentram nas margens de receita e lucro. O lucro líquido, o mais experimentado e verdadeiro das medições baseadas em lucro, representa o valor da receita que permanece, como lucro por um determinado período, após contabilizar todas as despesas, impostos e pagamentos de juros da empresa no mesmo período.

Calculado como uma quantia em reais, o lucro líquido deve ser convertido em uma porcentagem da receita (conhecida como “margem de lucro líquido“), para ser usada na análise comparativa. Por exemplo, se a margem de lucro líquido padrão de um determinado setor é de 50%, um novo negócio nesse espaço sabe que deve trabalhar para atingir ou superar esse valor, se desejar permanecer competitivamente viável. A margem de lucro bruto, que mede as receitas após contabilizar as despesas diretamente associadas à produção de bens para venda, é outro KPI comum baseado em lucro.

Um KPI financeiro é conhecido como “índice atual”, focado principalmente na liquidez e pode ser calculado dividindo o ativo circulante de uma empresa por suas dívidas atuais. Uma empresa financeiramente saudável normalmente possui caixa disponível para cumprir suas obrigações financeiras nos 12 meses atuais.

No entanto, diferentes setores dependem de diferentes montantes de financiamento por dívida; portanto, uma empresa deve comparar apenas seu índice atual com o de outras empresas do mesmo setor, para verificar como seu fluxo de caixa se compara aos seus pares.

Como usar os KPIs?

Os KPIs não precisam necessariamente estar vinculados apenas aos dados financeiros. Embora os níveis de lucro e dívida sejam realmente importantes indicadores financeiros importantes, o relacionamento de uma empresa com seus clientes e funcionários não é menos importante para estabelecer sua saúde geral. Os KPIs não financeiros comuns incluem medidas de tráfego de pedestres, taxas de rotatividade de funcionários, número de clientes recorrentes versus novos clientes e várias métricas de qualidade.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e irei responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)