10 maiores dúvidas de quem investe no tesouro direto

Em Cartões de crédito por André M. Coelho

Quanto mais você perguntar antes de investir, mais em paz você ficará depois de colocar seu dinheiro nos investimentos. Aqui estão 10 perguntas que você deve se perguntar antes de investir em qualquer produto financeiro, com um foco especial nas questões mais comuns de investimentos no Tesouro Direto.

1. Eu estou investindo no Tesouro Direto por conta da FOMO?

O Tesouro Direto se tornou muito popular nos últimos anos. Todo mundo está comprando. Você está ficando cada dia mais ansioso porque todo mundo tem Tesouro Direto na carteira. Aí você vai e compra só porque todo mundo está comprando.

Não faça isso.

FOMO ou Fear of Missing Out é o medo de não estar participando das novas tendências. Mas seus objetivos, não a FOMO, devem definir escolhas de investimento.

2. A rentabilidade do Tesouro Direto está melhor do que contas de investimento?

Se um produto financeiro, especialmente o Tesouro Direto, promete retornos muito maiores do que uma conta de investimento CDB ou atrelada ao CDI, pode ter certeza que há algum problema aí.

Em um ambiente de baixa taxa de juros, há um desejo de esticar os limites do risco de risco ou risco de duração para um pouco mais de rendimento. Não faça isso.

Mesmo o Tesouro Direto pode vir com riscos de liquidez, e você poderá acabar com seu dinheiro preso por muito mais tempo do que o planejado.

3. Investir em Tesouro Direto vai me dar lucro?

Eu entendo porque o Tesouro Direto vai ganhar dinheiro e estou convencido com esse argumento?

Fez dinheiro em tempos semelhantes no passado?

A forma como ele desempenhou, tem mais elementos que eu preciso considerar?

Certifique-se de verificar retornos para ter expectativas de retorno realistas que não são influenciadas por um mercado positivo para a compra do Tesouro Direto.

Investimentos no Tesouro Direto

Quando investindo no tesouro direto, é importante conhecer dúvidas comuns para se proteger de possíveis riscos. (Imagem: BNamericas)

4. Eu posso perder dinheiro no Tesouro Direto?

Quando vou perder dinheiro e, quando perderei muito dinheiro? Em que condições de mercado?

Geralmente você perderá dinheiro no Tesouro Direto se não proteger seu capital da inflação, fazendo uma diversificação em títulos do Tesouro. Você também perderá dinheiro ao sacar o título antes de sua maturidade.

Fique de olho nisso, pois Tesouro Direto sem uma estratégia vai resultar em prejuízo.

5. Qual valor que o Tesouro Direto adiciona para minha carteira?

Você não compra um produto porque acabou de ser lançado. Deve atender a necessidade da sua carteira e deve adicionar uma exposição que você já não tenha.

Pense: se você já tem investimentos de renda fixa com uma maior liquidez e que rendem o mesmo ou mais do que o Tesouro Direto, será que vale mesmo a pena? Será que você precisa proteger seu capital da incidência de Imposto de Renda?

Pense nisso antes de colocar seu dinheiro nesse investimento.

6. O que estou pagando pelo Tesouro Direto?

Você conhece a estrutura de taxas? Este produto é muito caro e, em caso afirmativo, vale a pena? Este produto é muito barato, e se sim, o que estou perdendo? É importante entender custos e custos na conclusão e detalhamento. Taxas, impostos, e tudo mais devem ser considerados para o longo prazo envolvido no Tesouro Direto.

7. Por que eu deveria prender meu dinheiro no Tesouro Direto?

Se estou prendendo meu dinheiro, o que estou recebendo em troca de fazê-lo? Como posso sair se algo der errado? Lembre-se, se você estiver desistindo de liquidez, como acontece no Tesouro Direto, você deve obter retornos incrementais significativos para fazê-lo.

8. Existem produtos mais simples com recompensa de risco semelhante?

Posso obter a mesma exposição ao risco de retorno em um produto mais simples / mais barato / mais líquido? A simplicidade é sempre a opção preferida.

CDB, CDI, Fundos de Renda Fixa, e até a poupança devem ser comparados ao Tesouro Direto para entender quando – e se – vale a pena os títulos do Tesouro.

9. O Tesouro Direto é bem regulado?

Eu confio na pessoa / empresa que estou entregando meu dinheiro? Eles fizeram o trabalho bem no passado? Eu fiz verificações de referência? Por que confio neles? Qual é o meu recurso regulatório se as coisas dão errado? Você deve ter todas as respostas. Nunca compre produtos não regulamentados.

No caso do Tesouro Direto, avalie bem quem está no governo. Pese bem quem será eleito para as próximas eleições. Um Governo pode ser mais responsável com pagamentos dos títulos, enquanto outro pode não ser. É um risco baixo, mas existente.

10. Como acompanhar o Tesouro Direto?

Os investimentos precisam ser monitorados. Entenda as divulgações e informações que você precisa monitorar após o investimento. Pergunte se isso estará disponível, e como você vai monitorar seus investimentos no Tesouro Direto.

O dinheiro é duramente ganho e deve sempre ser investido de maneira sensata, com segurança e sabedoria. Mantenha a cautela em um tempo todo alto, e lembre-se, nenhuma pergunta é uma questão ruim.

Caso ainda tenha perguntas, deixe nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Dinheiro ou cartão é uma pergunta muito comum nas lojas. A partir desta pergunta e muitas outras, André começou a escrever sobre finanças neste blog. Formado em pedagogia, André é especialista em educação financeira, além de ser consultor financeiro e empresarial. Tem mais de 300 horas de cursos em finanças, empreendedorismo, e orçamento. Há vários anos compartilha seu conhecimento através deste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Dinheiro ou Cartão não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário