S&P 500: o que é?

Em Investimentos e juros por André M. Coelho

O índice S&P 500 mede o valor das ações das 500 maiores corporações por capitalização de mercado listadas na Bolsa de Valores de Nova York ou Nasdaq. A intenção é ter um preço que fornece uma rápida olhada no mercado de ações e economia.

O que significar Investir no S&P 500?

O índice S&P 500 é a medida mais popular usada pela mídia e profissionais financeiros, enquanto a mídia tradicional e o público em geral podem estar mais familiarizados com a média industrial da Dow Jones. O S&P 500 deve fornecer um barômetro do mercado de ações dos EUA e da economia, cobrindo aproximadamente 80% da capitalização de mercado disponível em oposição às 30 ações no Dow Jones.

O S&P 500 é frequentemente considerado o benchmark principal para as ações dos EUA, e muitos fundos mútuos e ETFs estão disponíveis que rastreiam o índice. Por causa de sua influência, é importante entender como esse índice é construído e o que exatamente ele se importa no mercado.

Em resumo:

O S & P 500 destina-se a rastrear o mercado de capital dos EUA

É composto por 500 das maiores empresas públicas.

O índice é ajustado em flutuação e calculado usando um divisor de índice proprietário desenvolvido pela Standard & Poor’s.

Uma desvantagem para o índice é que é ponderada em relação a ações large-cap. No entanto, cobre a maioria das áreas do mercado dos EUA, abrangendo cerca de 80% do limite de mercado disponível.

O índice S&P 500

O S&P 500 é um índice que considera várias das maiores empresas no mundo para pesar os valores. (Imagem: Forex)

Como o índice S&P 500 é calculado

Um resultado de ser ajustado em flutuação é que o índice é ponderado para empresas de grande porte. A capitalização média ponderada de mercado de cada componente é determinada dividindo a tampa do mercado da empresa pelo total do mercado do índice. A ponderação da Apple é determinada tomando sua capitalização de mercado e dividindo-a pelo total do mercado de índice.

Por exemplo, no Q2 de 2022, a Apple tem a maior fatia do mercado entre ações, em US$ 2,86 trilhões. O total do mercado de todas as empresas do índice é de US$40,3 trilhões (no Q2 2022) .67 Isso coloca o peso da Apple no índice em 7%. Compare isso com a Adobe (Adbe), que tem apenas uma fatia de mercado de US $ 216,7 bilhões, tornando a ponderação da Adobe no S&P 500 a meros 0,5%.

Isso leva às ações de mega-cap possuindo um impacto maior no índice. Às vezes, esta estrutura de índice pode mascarar força ou fraqueza em empresas menores, se as empresas de CAP maiores forem divergentes. De outras maneiras, esta estrutura de índice representa melhor a economia geral em comparação com os índices onde a ponderação é determinada por uma participação igual ou ponderada pelo preço.

Como operar S&P 500 no Brasil?

O S&P 500 é considerado uma representação eficaz da economia devido à sua inclusão de 500 empresas, que cobre a maioria das áreas dos EUA e das indústrias. Em contraste, a média industrial da Dow Jones (DJIA) é composta de 30 empresas, levando a uma reflexão mais estreita.

Para se investir no S&P no Brasil, você tem algumas opções:

1. Fundos

Fundos que já usam o S&P como índice podem ser uma opção para diversificar investimentos no S&P 500.

2. BDRs

Através das BDRs na Bolsa, você pode investir em fundos, ETFs, e ações de empresas da S&P 500 diretamente pela Bolsa de Valores brasileira.

3. Contas bancárias nos EUA

Você pode abrir uma conta nos EUA e investir através de bancos e instituições financeiras como a Nomad Global e a Avenue. Aí você poderá aplicar em ações, fundos, e ETFs que usam o S&P como índice.

A S&P 500 é ponderada pelo preço ou ponderada pelo valor?

O índice S&P 500 não é nem preço – nem verdadeiramente ponderado. O S&P é um índice ponderado em flutuação, o que significa que as capitalizações de mercado das empresas no índice são usadas, mas são ajustadas pelo número de ações disponíveis para negociação pública.

A S&P 500 é um benchmark popular dos estoques grandes do mercado norte americano. Em comparação com índices mais estreitos como o Dow Jones, que contém apenas 30 ações e é construído usando uma ponderação de preços, a S&P 500 é mais ampla no escopo e sua ponderação de mercado ajustada em flutuação torna mais representativa do mercado.

No entanto, isso não é sem suas desvantagens, devido à sua metodologia, estoques muito grandes tornam-se componentes mais influentes do índice e se afogam ou diminuem a influência dessa ampla diversificação. Na verdade, hoje as 10 melhores ações da S&P 500 (ou em torno de 2% dos componentes do índice) compõem cerca de 30% do total de peso do mercado no Índice.

Vocês investem ou já investiram pela S&P? Como foi o investimento? O que acham dos fundos que usam o S&P 500?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Dinheiro ou cartão é uma pergunta muito comum nas lojas. A partir desta pergunta e muitas outras, André começou a escrever sobre finanças neste blog. Formado em pedagogia, André é especialista em educação financeira, além de ser consultor financeiro e empresarial. Tem mais de 300 horas de cursos em finanças, empreendedorismo, e orçamento. Há vários anos compartilha seu conhecimento através deste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Dinheiro ou Cartão não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário