Quando você tiver uma reclamação ou disputa com um credor, agência de crédito ou cobrador de dívidas, é melhor se comunicar por escrito. Muitas disputas são sensíveis ao tempo e uma carta, especialmente quando enviada por correio certificado com uma solicitação de recebimento de retorno, fornece um carimbo de data / hora para rastrear o tempo de resposta da empresa. Em alguns casos, como após a quitação de um cheque protestado, o credor deve enviar uma carta para fazer o pedido de retirada do protesto, limpando assim o relatório de crédito do devedor. Há outros tipos de cartas relacionadas à dívidas que podem ser utilizadas.

Carta de anuência de cheque

É uma carta direcionada a um cartório de protesto de títulos para liberação do protesto. O cobrador deve especificar o nome, CPF, e dados da dívida protestada na carta. Deve especificar que o débito foi pago, deixando também a assinatura do responsável pela empresa e os dados da empresa, como CNPJ e/ou CPF.

Carta de disputa de erro de relatório de crédito

Você tem o direito a um relatório de crédito preciso. Se você encontrar um erro no seu relatório de crédito, por exemplo, uma conta que não lhe pertence, envie uma carta de contestação à agência que forneceu esse relatório de crédito ou para a empresa que sujou seu nome. O departamento de crédito deve investigar e informar o resultado dentro de 30 a 45 dias.

Carta de anuência

A carta de anuência ajuda a limpar seu nome e manter suas finanças mais saudáveis. (Foto: Yahoo Finance)

Carta de cessação de contato

Uma carta de cessação e desistência interromperá as ligações dos cobradores de dívidas. A carta informa ao cobrador que você não deseja mais ser contatado. Você não precisa admitir nada ou prometer pagar mais tarde (provavelmente não deve fazer nenhum desses), apenas afirme que deseja que os contatos parem. A carta de cessação e desistência aplica-se apenas a um cobrador de dívidas específico, portanto, você precisará enviar outro se um novo cobrador assumir esse débito ou se você tiver dívidas com vários cobradores de dívidas. Você também pode usar uma carta de cessar e desistir para interromper as chamadas de cobrança de número incorretas. E essa carta vai mostrar que você tentou parar os contatos antes de usar meios legais para tal.

Carta de validação da dívida

Nos primeiros 30 dias após ter sido contatado por um cobrador de dívidas, você pode contestar a validade da dívida e solicitar que o cobrador envie uma prova de que a dívida é realmente sua. Depois que o cobrador de dívidas recebe sua solicitação de validação por escrito, eles precisam interromper os esforços de cobrança até que você forneça uma prova da dívida.

Carta de pagamento para exclusão

Um “pagamento para exclusão” é uma oferta a um credor ou cobrador de dívidas para remover uma entrada negativa do relatório de crédito em troca de pagamento. Você pode fazer uma oferta por telefone, mas uma carta assinada do credor ou coletor é uma prova sólida de que foi feito um acordo. https://youtu.be/G44ZXx1WnpY

Dicas para enviar cartas jurídicas

As cartas são uma ferramenta poderosa para se comunicar com credores, cobradores de dívidas e outras empresas. Lembre-se de que milhares ou até milhões de pessoas podem estar usando os mesmos modelos de carta que você. Personalize exemplos de cartas jurídicas quando necessário para atender às suas circunstâncias. Consulte com um advogado também, caso tenha qualquer dúvida, ou deixe suas perguntas nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)