Seu cartão de débito não passou na loja, mas você foi cobrado? Isso pode ocorrer por uma série de motivos. Entender os motivos para a recusa é o primeiro passo para compreender o que deve ser feito e o que pode ter acontecido. Pois não vai adiantar sair soltando os cachorros nos responsáveis pela cobrança. Vamos então resolver?

Cartão de débito foi recusado, e agora?

Se um pagamento com cartão de débito foi recusado e você tem dinheiro suficiente em sua conta para cobrir o pagamento, há quatro condições que podem impedir que seu pagamento seja realizado:

O valor do pagamento excede o seu limite de gastos diários.

O pagamento é maior que a transação máxima permitida para sua conta.

O seu cartão de débito foi bloqueado pela sua instituição emissora. Isso geralmente acontece quando você digita uma senha incorreta em um caixa eletrônico mais do que algumas vezes.

A cobrança é maior do que você normalmente colocaria no seu cartão.

A solução para qualquer um dos problemas acima é entrar em contato com a instituição emissora do cartão de pagamento e solicitar que ele ajuste seu limite de gastos diários, tamanho máximo da transação ou desbloqueie o cartão. A maioria dos emissores de cartões de pagamento pode fazer essas alterações e fazê-las entrar em vigor imediatamente, permitindo que você conclua seu pagamento. Isso pode ser feito pelo internet banking, aplicativo, telefone ou um caixa eletrônico.

Se sua instituição emissora não reduzir sua transação máxima ou limite de gastos diários, considere fazer uma série de pagamentos menores que estão abaixo do seu limite diário.

Venda no cartão de débito

Um cartão de débito bem feito pode ser debitado incorretamente mesmo quando não é confirmada a venda. (Foto: Rude Baguette)

Passei o cartão: débito não autorizado e descontou

Seu cartão não foi cobrado por pagamentos recusados. Era uma verificação de autorização de cartão, e não uma cobrança; o dinheiro foi retido pelo seu banco, aguardando aprovação ou cancelamento desses pagamentos.

Quando seu pagamento é recusado, a autorização é anulada e o dinheiro deve ser liberado novamente em sua conta dentro de até três dias úteis (fins de semana não incluídos). Se, por algum motivo, a retenção da autorização não for liberada, verifique o seguinte:

A cobrança é visível no seu extrato bancário?

Quanto tempo se passou desde que você efetuou um pagamento?

Houve algum fim de semana incluído no período de espera da autorização?

Observe que essa retenção de autorização não está sendo liberada durante os fins de semana.

Se a cobrança ainda estiver visível três dias (não incluindo os fins de semana) após a recusa da transação e a cobrança ainda estiver visível no seu cartão, entre em contato com a equipe de suporte do seu banco. Você pode fazer isso pelo telefone, indo até uma agência, ou até pelo aplicativo do seu banco.

Cobrança em duplicidade

Pode acontecer também a cobrança em duplicidade. Esta cobrança aparecerá duas vezes no seu extrato. Isso pode acontecer após um erro na cobrança, e você então digitar corretamente sua senha e ser cobrado da forma apropriada.

Espere o prazo que falamos acima e caso tenha passado, vá até onde você fez sua compra e peça um estorno. Caso isso não funcione, entre em contato com o banco pelo serviço de atendimento que está no cartão, ou converse com seu gerente.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)